Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Na minha Estante

14
Jun20

Em Nome do Amor - Lesley Pearse

Milord

Para todos os apreciadores de Lesley Pearse aqui está mais um ótimo romance. São sempre livros de fácil leitura, li-o em 2 dias, no entanto não deixam de ser livros fantásticos cheios de intrigas e assuntos de enorme interesse que todos os leitores são capazes de apreciar.

Em Nome do Amor conta a história de várias mulheres que passaram por um período negro de violência doméstica, deixando marcas profundas em todas as personagens. E mais não digo!

Espero ter aguçado a vossa curiosidade.

20200612_100248.jpg

 

Sinopse

Katy Speed tem 23 anos e o sonho de viver em Londres, longe da pequena cidade de Bexhill-On-Sea e do temperamento difícil da mãe.

Enquanto não consegue escapar, acompanha avidamente a vida de Gloria Reynolds, a simpática e glamorosa vizinha da frente. Para Katy, entediada com a pacatez do seu dia a dia, as estranhas movimentações na casa de Gloria são um alimento para a imaginação...

Quem serão as mulheres que a visitam ao sábado num carro preto? E porque é que por vezes vêm acompanhadas de crianças? O certo é que essas atividades suspeitas provocam algum desconforto na comunidade. Uma noite, porém, um incêndio devastador vai por fim a tudo isso… e também à vida de Gloria e da filha. Depressa se torna evidente que se tratou de fogo posto, uma notícia chocante para todos mas principalmente para Katy, pois o principal suspeito é o seu pai.

Ela sabe que ele é inocente.

E vai fazer tudo para o provar... nem que para isso tenha de arriscar a própria vida.

Romance de amor e história de coragem, Em Nome do Amor é uma incursão perturbante ao lado negro das relações humanas. No magnífico retrato de uma época já distante, a autora bestseller trata com profundidade e coragem temas tremendamente relevantes ainda nos dias de hoje.

12
Jun20

Uma Verdade Simples - Jodi Picoult

Milord

Este foi o segundo livro que li desta autora. Depois de ter adorado o Lobo Solitário, consigo dizer que este é ainda melhor! Fantástico! Uma maravilhosa história com personagens inesquecíveis.

Jodi Picoult aborda sempre assuntos bastante delicados nos seus livros. Por isso deixo aqui uma sugestão: um dia, quando se sentirem aborrecidos, sem nada para fazer e à procura de uma boa história, peguem num livro de Jodi Picoult e desfrutem!

IMG_20200605_125256_223.jpg

 

Sinopse

Um crime terrível abala a calma pitoresca de uma comunidade amish.

A descoberta de um bebé morto num celeiro dos amish abala profundamente a comunidade. Mas a investigação policial conduz a uma descoberta mais chocante: há provas circunstanciais que sugerem que foi Katie Fisher, uma jovem amish solteira de dezoito anos, que se julga ser a mãe do bebé, que lhe tirou a vida. Quando Ellie Hathaway, uma advogada desiludida da grande cidade, chega a Paradise, na Pensilvânia, para defender Katie, dá-se um choque entre as duas culturas e, pela primeira vez na sua carreira fulgurante, Ellie enfrenta um sistema de justiça muito diferente do seu.

Mergulhando profundamente no mundo daqueles que vivem uma «vida simples», Ellie terá de chegar a Katie. E, ao desvendar uma morte complexa, Ellie é obrigada a olhar também para dentro de si, para confrontar os seus medos e desejos quando um homem do seu passado entra de novo na sua vida.

31
Mai20

Cada Suspiro Teu - Nicholas Sparks

Milord

Um livro magnífico, com uma história de amor arrebatadora, comovente! Para quem gosta de uma boa história de amor, Nicholas Sparks é sempre uma boa escolha. Ele consegue tocar nas nossas próprias emoções.

Este romance é o mais recente do escritor, baseado numa história verídica. Recomendo!

20200521_185158.jpg

 

Sinopse

O acaso juntou duas pessoas numa praia.

Ela é Hope Anderson, nascida e criada na Carolina do Norte.

Ele é Tru Walls, guia de safaris no Zimbabué, onde nasceu.

Hope está a viver um momento difícil. A relação com o namorado já não a faz feliz e o pai acaba de receber um diagnóstico terrível. Sunset Beach é o local ideal para encontrar a paz de que necessita para refletir sobre a sua vida.
Tru está perante um momento revelador. Cresceu em África e nunca conheceu o pai. Em Sunset Beach, prepara-se para o encontrar pela primeira vez.

Quando os caminhos de Hope e Tru se cruzam, a magia acontece. Mas, por muito intensos que sejam os seus sentimentos, ambos sabem que terão de fazer uma escolha dilacerante.

A praia que os uniu, vê-os, agora, partir. A areia cobre-lhes os passos, as marés seguem o seu ritmo ancestral... e uma carta resistirá ao tempo para ditar, um dia, o seu futuro adiado.

Inspirado numa história real, "Cada Suspiro Teu" fala-nos de um encontro que fica gravado a fogo no coração e na memória de duas pessoas de mundos opostos, transcendendo o tempo, os continentes, e o toque - por vezes agridoce - do Destino...

22
Mai20

A Rapariga que Sonhava com uma Lata de Gasolina e um Fósforo - Stieg Larsson

Milord

Este livro desiludiu-me um pouco. Depois do grande sucesso de "Os Homens que odeiam as mulheres", um dos melhores policiais que já li até hoje, este é o segundo volume da saga Millennium. É um livro grande, 600 e tal páginas, em que o autor nos conduz não só durante uma grande investigação mas também à vida privada de uma das personagens principais, Lisbeth Salander.

É um bom livro sim, tem imensas críticas positivas, mas chegamos a um certo ponto em que a história engonha e engonha muito e parece que nunca mais acaba! E depois há a deceção no final. O autor não deu muita importância ao assassino, é alguém completamente previsível, enfim!

É caso para dizer que gostos não se discutem. Mas se quiserem ler um bom policial, falem comigo, porque há escolhas bem melhores.

20200522_114804.jpg

 

Sinopse

Depois de uma longa estada no estrangeiro, Lisbeth Salander regressa à Suécia e instala-se luxuosamente numa zona nobre da cidade. Mikael Blomkvist, que tentara contactá-la durante meses, sem sucesso, desiste e concentra-se no trabalho. À Millennium chega material para uma notícia explosiva: o jornalista Dag Svensson e a sua companheira Mia Johansson entregam na editora dois documentos que provam o envolvimento de personalidades importantes numa rede de tráfico de mulheres para exploração sexual. Quando Dog e Mia são brutalmente assassinados, todos os indícios recolhidos no local do crime apontam um suspeito: Lisbeth Salander, e a polícia move-lhe uma implacável perseguição. Lisbeth Salander, que está disposta a romper de vez com o passado e a punir aqueles que a prejudicaram, tem agora de provar a sua inocência e só uma pessoa parece disposta a ajudá-la: Mikael Blomkvist que, apesar de todas as evidências, se recusa a acreditar na sua culpabilidade.

11
Mai20

Lobo Solitário - Jodi Picoult

Milord

Foi o primeiro livro que li desta autora. Quando trabalhei na livraria andei a namora-lo por diversas vezes, folheando-o e lendo algumas frases aqui e ali sempre que podia, mas não cheguei a compra-lo. Alguns meses depois encontrei-o numa feira de livros usados e comprei-o por um preço bastante simpático. Esteve na minha estante durante mais uns dias e finalmente peguei nele para o ler.

Fiquei impressionado! Como é que ainda não li mais livros desta autora? - dei por mim a perguntar. É fantástico!! Um dos melhores livros que já li na minha vida. Mesmo!

Recomendo.

20200511_102743.jpg

 

Sinopse

A filha quer que o pai viva. O filho, que morra em paz. Como escolher entre a vida e a morte?

 

Quando um lobo sabe que o seu tempo está a terminar e que já não é útil à sua alcateia, muitas vezes escolhe afastar-se. Morre assim afastado da sua família, do seu grupo, mantendo até ao fim todo o orgulho que lhe é próprio e mantendo-se fiel à sua natureza. Luke Warren passou a vida inteira a estudar lobos. Chegou inclusivamente a viver com lobos durante longos períodos. Em muitos sentidos, Luke compreende melhor as dinâmicas da alcateia do que as da sua própria família. A mulher, Georgie, desistiu finalmente da solidão em que viviam e deixou-o. O filho, Edward, de vinte e quatro anos, fugiu há seis, deixando para trás uma relação destroçada com o pai. Recebe então um telefonema alarmante: Luke ficou gravemente ferido num acidente de automóvel com Cara, a irmã mais nova de Edward. De repente, tudo muda: Edward tem de regressar a casa e enfrentar o pai que deixou aos dezoito anos. Ele e Cara têm de decidir juntos o destino do pai. Não há respostas fáceis, e as perguntas são muitas: que segredos esconderam Edward e Cara um do outro? Haverá razões ocultas para deixarem o pai morrer... ou viver? Qual seria a vontade de Luke? Como podem os filhos tomar uma decisão destas num contexto de culpa, sofrimento, ou ambos? E, sobretudo, terão esquecido aquilo que todo e qualquer lobo sabe e nunca esquece: cada membro da alcateia precisa dos outros, e às vezes a sobrevivência implica sacrifício. Lobo Solitário descreve de forma brilhante a dinâmica familiar: o amor, a proteção, a força que podem dar, mas também o preço a pagar por ela.

 

05
Mai20

O amante da Rainha - Philippa Gregory

Milord

Adoro romances históricos. E a Philippa Gregory está no meu top de autores preferidos. Gosto muito da forma como escreve, das suas personagens históricas, do enredo que cria, tudo!

Depois de "Duas irmãs e um Rei", este foi o segundo que li e recomendo vivamente. Uma boa sugestão para quem gosta de bons romances históricos. Philippa Gregory nunca desilude.

15168902_1454441077917158_1685896305406690018_o.jp

 

Sinopse

Numa época em que a segurança de um país não era um dado adquirido e em que a Europa vivia em clima de guerra quase permanente, Isabel sucede ao trono da Inglaterra sob ameaça de inimigos internos e externos. A situação agrava-se quando se apaixona pelo ambicioso Robert Dudley, um dos homens mais odiados do país. Ambos não parecem dispostos a abdicar da sua paixão, mas a segurança da Inglaterra torna-se precária.

Numa fase conturbada da história da Inglaterra, em pleno século XVI, com a Europa mergulhada em sangrentas guerras entre católicos e protestantes, Isabel, a princesa protestante, sucede à sua irmã Maria, a católica. Para conquistar o equilíbrio do poder, Isabel terá de se haver com os inimigos externos, nomeadamente a Escócia e a França.

No entanto, Isabel é uma rainha ainda jovem e com sede de atenção e de amor. Robert Dudley, saído do cativeiro da torre de Londres sabe disso e a precariedade da prisão não lhe impediu uma ambição sem limites. A antiga amizade com a causa de Isabel transformar-se-á numa tórrida paixão, contudo cheia de obstáculos, a começar pelo casamento de Robert com Amy, sua jovem mulher. Amy, por sua vez, o que mais deseja é uma vida tranquila, fora do bulício da corte, em conjunto com o seu amado esposo. Porém, este tem outros objectivos de vida.

 

04
Mai20

Nostalgia

Milord

Faço parte de um Grupo Folclórico. Já há catorze anos que danço em cima de muitos palcos das festas de romaria por este Portugal fora de norte a sul. Tantos que já lhes perdi a conta. Já conheci lugares maravilhosos, desde uma pequenina aldeia até a uma grande cidade; já conheci excelentes pessoas que cantam e dançam connosco e nos aplaudem no final de cada dança com um grande sorriso; já contribuí para a alegria dos idosos que nos vêem e recordam com saudade os seus tempos idos.

Adoro!

Contudo, o meu traje (ou a minha farda) está arrumado no armário sem saber quando irá sair.

Ontem escutei o CD do nosso grupo e deu-me uma saudade enorme de dançar e de conviver com todos os elementos do grupo, que considero quase da minha família, e dei por mim a pensar em quando irei dançar novamente. Este ano não será certamente, todas as festas de romaria estão a ser canceladas devido ao vírus. Fiquei nostálgico.

29
Abr20

Dá para esperar?

Milord

Dirigi-me ao centro de saúde para marcar uma consulta com o meu médico de família. Um aviso na porta diz-me que não posso entrar, tenho que esperar cá fora até que alguém venha abordar-me. Não vi vivalma lá dentro. Esperei uns 5/10 minutos até que a empregada de limpeza reparou em mim e veio à porta. Disse-lhe que gostaria de marcar uma consulta. Ela respondeu que tal não seria possível, teria que esperar que esta pandemia passasse, que os médicos só atenderiam casos muito urgentes.

Agora eu pergunto: será que a única doença aceitável neste momento é o covid-19?! Este vírus é o que realmente importa? E as pessoas que sofrem de outras maleitas fazem o quê? Esperam? Será que dá para esperar?

Muitas perguntas sem resposta, não é verdade. Claro que a situação do coronavírus é muito importante, é perigoso, e há que ter cuidados. Mas, existem outros casos que têm que ser acompanhados, doentes que precisam de serem consultados e medicados. Não estou a compreender! Só o vírus é que conta agora.

Desculpem-me este post mas esta situação deixa-me um pouco desconfortável.

28
Abr20

Para onde vão os guarda-chuvas - Afonso Cruz

Milord

Peguei neste livro por curiosidade, o título um pouco invulgar chamou-me a atenção, e nunca mais o larguei. Incrível!

Sou da opinião que toda a gente deveria ler este livro, é uma lição de vida. Faz-nos dar valor às pequenas coisas, aos sentimentos, à vida!

Quero ler mais deste autor, assim tenha oportunidade.

gaof.jpg

 

Sinopse

O pano de fundo deste romance é um Oriente efabulado, baseado no que pensamos que foi o seu passado e acreditamos ser o seu presente, com tudo o que esse Oriente tem de mágico, de diferente e de perverso. Conta a história de um homem que ambiciona ser invisível, de uma criança que gostaria de voar como um avião, de uma mulher que quer casar com um homem de olhos azuis, de um poeta profundamente mudo, de um general russo que é uma espécie de galo de luta, de uma mulher cujos cabelos fogem de uma gaiola, de um indiano apaixonado e de um rapaz que tem o universo inteiro dentro da boca.

Um magnífico romance que abre com uma história ilustrada para crianças que já não acreditam no Pai Natal e se desdobra numa sublime tapeçaria de vidas, tecida com os fios e as cores das coisas que encontramos, perdemos e esperamos reencontrar.

 

Críticas de imprensa

«Afonso Cruz pertence a uma rara casta de ficcionistas: os que acreditam genuinamente no poder da efabulação literária. Se isso já era notório nos seus quatro romances anteriores, mais evidente se torna ao concluirmos a leitura deste volumoso Para onde vão os guarda-chuvas. O escritor está agora no auge das suas capacidades narrativas e serve-se delas para criar um Oriente inventado, onde as histórias brotam debaixo das pedras e se entrelaçam com extraordinária coesão.»
José Mário Silva, Expresso

 

«Para onde vão os guarda-chuvas é o ponto mais alto da capacidade narrativa e de efabulação de Afonso Cruz. (…) O que poderia não passar de um exercício de demonstração de sabedoria é um livro cheio de humanidade, muitas vezes brutal, e de um apurado sentido estético. Magnético.»
Isabel Lucas, Público

25
Abr20

A Provadora - V. S. Alexander

Milord

Sabiam que Adolf Hitler contratava mulheres para provarem a sua comida antes do próprio para não correr o risco de ser envenenado? É verdade. Uma hora antes 15 mulheres provavam toda a comida antes de ser servida ao führer, às 20 horas em ponto.

Esta e outras curiosidades sobre o ditador são narradas neste livro magnífico que conta a história de uma mulher provadora e seus relatos da Alemanha nazi.

Fantástico. Recomendo a sua leitura.

78736577_3025451080816142_5718490895808987136_o.jp

 

Sinopse

Em plena Segunda Guerra Mundial, uma jovem encontra refúgio ao lado do homem mais perigoso do mundo. Em 1943, alarmados com os constantes raides aéreos dos Aliados sobre Berlim, os pais de Magda Ritter enviam-na para Berchtesgaden, uma remota cidade nos Alpes Bávaros. Aqui ela é recrutada para o Berghof, o refúgio de montanha de Hitler, onde é treinada para desempenhar uma única função: provar a comida do Führer, oferecendo-se em sacrifício para o manter a salvo de envenenamento.

O Berghof parece estar a um mundo de distância da realidade das batalhas e, apesar de a princípio estar aterrorizada, Magda habitua-se gradualmente à sua perigosa missão. Mas o seu amor por um conspirador das SS e a sua crescente tomada de consciência das atrocidades do Reich empurram Magda para uma conspiração que irá testar a sua inteligência e lealdade. Vividamente escrito, A Provadora desenrola-se no momento mais negro e turbulento da humanidade, oferecendo-nos uma trama plena de intriga e terror, mas também de extraordinária coragem, sacrifício e amor.

Sobre mim

foto do autor

O que estou a ler

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sigam-me

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D